top of page

"Novas tecnologias transformam a cadeia de suprimentos"

Atualizado: 21 de jul. de 2023

O site espanhol Cadena de Suministro trouxe esta semana matéria em que trata em que mostra os avanços da tecnologia da informação que trazem impacto significativo na cadeia de suprimentos, especialmente no que diz respeito à armazenagem.

Cubo Mágico Info, traz aqui esse conteúdo completo.



Alguns itens citados na matéria do site Cadena de Suministro:
  • Como 'Internet das Coisas', 'blockchain', e Inteligência Artificial, entre outros, estão "causando uma verdadeira revolução nos setores de logística e transporte"

  • Aumento de produtividade e melhoria da tomada de decisões graças ao 'machine learning'

  • Processamento e uso do 'Deep Learning', que permite a criação de redes neurais artificiais.

  • Melhoria o atendimento ao cliente via chat bolts ou tecnologias de visão artificial

  • Gêmeos digitais

  • 'Big Data'

  • 'Business Intelligence',

  • Avanços na robótica "cuja evolução permitiu que os robôs fossem parte fundamental do armazém"

 

" Dado o seu grande potencial transformador, a Inteligência Artificial é a tecnologia que atualmente está causando a maior revolução na logística e transporte, e espera-se que contribua para otimizar as operações e facilitar a tomada de decisões.


A IA pode contribuir para a previsão de tendências em ambientes logísticos e de transporte. A cadeia de suprimentos vem passando por inúmeras mudanças nos últimos anos, fruto do desenvolvimento de novas e modernas tecnologias capazes de agilizar e otimizar todos os processos que são realizados para preparar e gerenciar o embarque de mercadorias até seus destinatários finais.


A Internet das Coisas, blockchain, machine learning ou Inteligência Artificial, entre outros, estão causando uma verdadeira revolução nos setores de logística e transporte.

Dentre todas essas tecnologias, é a Inteligência Artificial (IA) que vem conquistando mais capas ultimamente, devido ao seu grande potencial transformador.



No domínio da logística, pode contribuir para a previsão de tendências, a afectação dos recursos adequados a cada actividade, a coordenação dos transportes ou a redução dos encargos administrativos. Também facilitará o uso, a integração e o acesso a robôs, que poderão assumir novas tarefas. A possibilidade de coletar dados sobre o funcionamento dos diferentes elementos no armazém favorece a tomada de melhores decisões e o desenho de estratégias muito mais eficazes.


Na Telefónica, acredita-se que a implementação da Inteligência Artificial na logística terá um grande impacto nos próximos anos e que será especialmente perceptível em um aumento significativo na produtividade dos armazéns, especialmente aqueles dedicados ao canal online.


Da mesma forma, o uso de inteligência artificial no transporte é essencial para a otimização de rotas, controle de frota ou redução do tempo de parada dos veículos.

A implementação da IA na logística terá um forte impacto nos próximos anos, começando com um aumento significativo na produtividade dos armazéns."


Quanto ao transporte marítimo, esse tipo de avanço favorece uma melhor coordenação e planejamento para a atracação de navios no porto, contribuindo para operações mais eficientes, seguras e confiáveis.


No transporte aéreo, há, por exemplo, um projeto em curso que terá vários aeroportos espanhóis como cenário piloto e que contribuirá para otimizar os processos entre o transitário, a transportadora e o próprio agente de movimentação.


A IA permitirá prever o comportamento da demanda de carga aérea e otimizar as operações para torná-las mais sustentáveis. Diferentes aplicações - Um ramo destacado da IA é o aprendizado automático, que favorece o aprimoramento das capacidades de uma ferramenta, de modo que no final são as próprias máquinas que podem tomar determinadas decisões de forma automatizada, sem a necessidade da intervenção do trabalhador.


Por ser capaz de reconhecer padrões com mais facilidade, o chamado 'machine learning' pode ser usado para realizar inspeções, prever possíveis incidentes na cadeia ou mudanças na demanda, melhorar e agilizar o trabalho de estoque e, portanto, visibilidade no armazém, além de reduzir os tempos de resposta.


Da mesma forma, dentre suas múltiplas capacidades, destaca-se o processamento de linguagem natural, para interpretar, manipular e compreender a linguagem humana.

Também pode ser usado para identificar itens que podem exigir trabalho de manutenção, levando em consideração padrões de uso, datas de revisões anteriores, etc.


Enquanto isso, o 'Deep Learning', traduzido como aprendizado aprofundado, vai ainda mais longe e permite obter um ótimo desempenho da IA graças à criação de redes neurais artificiais.


Entre suas aplicações de maior destaque está o desenvolvimento de assistentes virtuais ou 'chatbots' para melhorar o atendimento ao cliente, ou tecnologias de visão artificial.

Também vale mencionar o uso de gêmeos digitais na logística, uma representação digital em tempo real de uma determinada parte da cadeia de suprimentos física, como um armazém. Permite melhorar a tomada de decisão, fornecendo informações de cada elemento, controlar remotamente uma instalação, reduzir o tempo de inatividade e acelerar a produção de novos produtos.


Em todos esses processos, a importância do 'Big Data' não deve ser negligenciada, o que permite a integração de inúmeras fontes de dados de forma mais rápida e confiável. Em um ambiente cada vez mais complexo, ter a informação organizada e estruturada é essencial para perceber todo o seu valor.



Isso está ligado ao conceito de 'Business Intelligence', focado na transformação de dados em conhecimento, a fim de obter lucro ou vantagem deles.

Para resolver problemas de armazenamento, o ideal seria ter um sistema de entrada eficaz, incluindo frotas de robôs móveis autônomos."


Avanços na robótica - No campo da logística, uma das tecnologias que está experimentando o maior desenvolvimento é, sem dúvida, a robótica, cuja evolução permitiu que os robôs fossem parte fundamental do armazém, aliviando os operadores das tarefas mais tediosas e repetitivas.


Uma das áreas que mais cresce é a de robôs móveis autônomos, pois como indicado pela Locus Robotics, para resolver possíveis problemas de armazenamento e gargalos, é necessário ter um sistema de entrada eficaz, que pode incluir o uso de frotas inteiras de robôs móveis autônomos ou AMRs.


Com a mesma tecnologia robótica, a produtividade poderia ser maximizada ao selecionar pedidos simultaneamente, gerenciar devoluções e reabastecer o espaço de picking. Os robôs assumirão novas tarefas à medida que mais empresas procuram realocar operações para melhorar a resiliência de sua cadeia de suprimentos a eventos globais.


O surgimento da IA facilitará o uso, a integração e o acesso aos robôs, permitindo que eles assumam mais tarefas em novas indústrias O uso dessa tecnologia não se limita, de fato, ao armazém, uma vez que robôs já estão sendo testados para a entrega de pedidos, embora sua aplicação comercial exija a aprovação de regulamentos específicos para legalizar seu uso em vias públicas. "


 

Comments


bottom of page