Correios anunciam RFID para rastreamento de entregas em tempo real

RFID deve agilizar rastreamento de entregas pelos Correios, mas adoção da tecnologia pelo emissor é opcional



É possível que as suas próximas compras entregues pelos Correios sejam monitoradas por RFID. A companhia anunciou recentemente a adoção da tecnologia como uma opção mais eficiente de rastreamento de encomendas.

O RFID consiste em uma etiqueta (tag) combinada com uma pequena antena que permite que qualquer objeto seja identificado ou rastreado por radiofrequência. Você certamente já viu esse pequeno dispositivo sendo usado em supermercados ou lojas de roupas, por exemplo, para prevenir furto de produtos.


Etiquetas RFID também são muito utilizadas em serviços de logística. Faz sentido, portanto, que os Correios incorporem a tecnologia (ainda que tardiamente). No hotsite sobre a novidade, a própria companhia ressalta as suas vantagens:

não é necessário aproximar o código de barras de uma encomenda de um leitor;

as tags podem ser lidas dentro de caixas ou pacotes — a leitura tem alcance entre 8 e 10 m;

é possível capturar dados de forma dinâmica;

várias tags RFID podem ser lidas simultaneamente, em segundos.

RFID e rastreamento em tempo real


Para o consumidor, a principal vantagem do RFID está na possibilidade de rastreamento em tempo real de entregas. Talvez esse monitoramento não seja feito exatamente em tempo real, mas não há dúvidas de que a tecnologia pode agilizar esse procedimento.

Os próprios Correios explicam que, hoje, o rastreamento se baseia na leitura manual e individual (um pacote por vez) do código de barras de cada encomenda ao longo dos pontos pelos quais ela passa na rota de entrega.

Com o RFID, vários pacotes podem ser rastreados por vez e de modo automático. É de se presumir que, além de agilizar a atualização do status de entrega, a tecnologia contribua para diminuir os erros de logística, quando um pacote é enviado para a região.


Locker






São Paulo (SP) é a mais recente cidade a contar com os lockers (armários inteligentes) dos Correios. A primeira unidade da capital paulista foi instalada no Shopping Metrô Itaquera, zona leste, e inaugurado na primeira quinzena de julho.


O serviço é uma alternativa para recebimento de compras online. Eles podem ser úteis para consumidores que moram em áreas com restrição de entrega ou que gostariam de retirar uma encomenda perto do seu local de trabalho, por exemplo. Para facilitar o acesso ao serviço, os armários são instalados em pontos estratégicos. A primeira unidade de São Paulo segue esse requisito: o Shopping Metrô Itaquera está interligado às estações do Metrô e da CPTM, assim como a um terminal de ônibus.


O primeiro locker foi instalado em Paranoá, região administrativa do Distrito Federal, em outubro de 2020. Hoje, há lockers disponíveis em outras partes do Distrito Federal e em diversos pontos do Rio de Janeiro.


Em São Paulo o serviço é diferente dos demais em um aspecto: trata-se da primeira unidade credenciada, isto é, operada por uma empresa parceira dos Correios. Cada empresa credenciada deve fornecer toda a infraestrutura necessária para a operação dos armários, incluindo espaço físico, energia elétrica, limpeza e manutenção.


A estatal espera instalar mais 150 lockers nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro por meio desse modelo no decorrer dos próximos meses.


Como usar os lockers dos Correios

Os lockers dos Correios estão disponíveis para qualquer cidadão e são gratuitos. Mas, para usá-los, é necessário fazer um cadastro no Meu Correios, procedimento que pode ser feito pelo site ou aplicativo da companhia.

Depois, basta localizar o locker mais próximo no site dos Correios e, na loja online, informar o CEP da unidade escolhida como endereço de entrega. No campo de complemento do endereço, é necessário informar o CPF ou o CNPJ para que os Correios possam identificar o cliente.


Ao chegar ao locker, a encomenda será acondicionada em um dos compartimentos disponíveis. Na sequência, o usuário receberá um aviso por SMS ou aplicativo com um código que deve ser informado em um terminal no locker para liberação do compartimento. A encomenda deve ser retirada em até três dias depois do envio da notificação.

A unidade paulistana funciona de segunda-feira a sábado das 10:00 às 21:00 e, aos domingos e feriados, das 11:00 às 20:00.


#caminhão elétrico caminhões elétricos #e-Delivery elétrico #eletrificação#robôs móveis #robôs autônomos #automação robótica #automatização de armazéns #carga aérea #transporte de cargas #transporte multimodal #comércio internacional #economia#aviões #aeropostos #crescimento econômico #recuperação econômica #transporte intermodal #logística #armazéns #trem #ferroviário #ferrovia #navio de carga #transporte rodoviário de cargas #rodovias#ntc#abtc#cnt#rodovia#estradas #transporte internacional #fala de chips #contêiner #portos #navios #falta de motoristas #caminhoneiros #caminhão #ATA# IRU #agricultura #agropecuária, # hidrovias, #logística,#logística agropecuária # pecuária #embalagens #eps#termovale



Texto de Emerson Alecrim para TECHNOBLOG, com adaptações. Matérias híbridas.

Imagens: Correios . Editadas.