top of page

VLI amplia frota e investe na Ferrovia Norte-Sul

A VLI, empresa de soluções logísticas integradas, anunciou a compra de 168 vagões e 3 locomotivas para reforçar o transporte de cargas pela Ferrovia Norte-Sul. O investimento faz parte da estratégia da companhia de fortalecer o agronegócio brasileiro e oferecer mais eficiência e competitividade aos seus clientes. Os novos equipamentos devem entrar em operação ainda neste ano.


Aumentando a competitividade com sustentabilidade

Leitura rápida:

  • VLI compra 168 vagões e três locomotivas para Ferrovia Norte-Sul

  • Equipamentos vão aumentar o transporte de grãos e produtos do agronegócio

  • Vagões têm capacidade para 100 toneladas cada um

  • Locomotivas são modernas e eficientes

  • VLI é uma empresa de logística integrada que opera em vários modais

  • Ferrovia Norte-Sul é uma importante rota de escoamento da produção nacional


A VLI, uma operadora logística que atua na Ferrovia Norte-Sul, anunciou a compra de 168 vagões e três locomotivas para atender à demanda do agronegócio brasileiro. O investimento, que soma cerca de R$ 200 milhões, visa fortalecer o modal ferroviário em direção ao norte do país, onde os produtos agrícolas são exportados pelo porto de São Luís.


Os vagões, do tipo Hopper HTT, foram adquiridos da Greenbrier Maxion, uma empresa localizada em Hortolândia (SP), e devem ser entregues ainda em 2023. Eles possuem características que aumentam a capacidade de carga por trem, reduzem o consumo de combustível e facilitam a descarga rápida. As locomotivas, do modelo ES43BBi, foram compradas da Wabtec, uma fabricante instalada em Contagem (MG), e têm previsão de entrega até dezembro de 2024.


Segundo Fábio Marchiori, diretor de Finanças, Supply Chain e Serviços da VLI, a aquisição dos novos materiais rodantes atende não só ao transporte de grãos como soja e milho, mas também de outros insumos como celulose, combustíveis e fertilizantes. Ele afirmou que a VLI é uma companhia que se orgulha de ser desenvolvimentista e que contribui com o crescimento das exportações do país e com o fortalecimento da indústria ferroviária nacional.


A empresa é a concessionária do tramo norte da Ferrovia Norte-Sul, que compõe o corredor Norte da empresa. Em 2022, a movimentação de cargas nesse trecho teve um aumento de 15% em relação a 2021, passando de 12,7 para 15 milhões de toneladas. Em abril deste ano, a companhia já havia anunciado a compra de 78 vagões para operar no mesmo trecho, em função da inauguração de um fluxo de retorno de fertilizantes em parceria com a COPI (Companhia Operadora Portuária do Itaqui).


A VLI também controla a Ferrovia Centro-Atlântica, onde fez investimentos recentes em material rodante para transporte de celulose solúvel em direção ao sistema portuário do Espírito Santo. A empresa espera aumentar o volume de cargas na FCA com uma eventual renovação antecipada da concessão.



 

Ligações externas:



Comments


bottom of page