top of page

Brado expande rotas e aposta na ferrovia norte-sul

A empresa de logística anunciou que vai iniciar a operação de trens de contêineres na ferrovia norte-sul, ligando o Porto Seco de Anápolis, em Goiás, ao Porto de Santos, em São Paulo.


Anápolis-Santos via Norte-Sul, nova rota

Leitura rápida:

  • Brado inicia transporte de contêineres na ferrovia norte-sul

  • Novas rotas ligam Anápolis a Santos em operação multimodal

  • Trens de contêineres reduzem custos e tempo de transporte

  • A empresa planeja expandir capacidade e atender novos mercados

  • Operação multimodal beneficia produtores e consumidores

  • Trens de contêineres diminuem emissão de gases poluentes

  • Brado aposta na ferrovia norte-sul como eixo estratégico

A Brado Logística, empresa especializada no transporte de contêineres, anunciou que vai iniciar uma nova operação na ferrovia Norte-Sul, ligando o Porto Seco de Anápolis (GO) ao Porto de Santos (SP). A operação será realizada com vagões double-stack, que permitem empilhar dois contêineres em cada vagão, aumentando em 40% a capacidade de transporte por trem.


A empresa espera transportar cerca de 100 mil TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) por ano nessa rota, contribuindo para a redução de 160 mil toneladas de CO2 nos próximos cinco anos, em comparação com o transporte rodoviário. A operação multimodal também deve gerar economia de custos e tempo para os clientes da Brado, que atende mais de 60 tipos de produtos em diferentes segmentos.

Trinta milhões de reais foi o investimento no projeto, que é pioneiro em trajetos de longa distância com contêineres empilhados no Brasil. Esse sistema em outras rotas, como entre Sumaré (SP) e Rondonópolis (MT). A Brado é subsidiária da Rumo, maior operadora ferroviária do país, e possui uma frota de mais de 13 mil contêineres, 1.300 vagões, 50 locomotivas e sete terminais.




 

Ligações Externas:

Comments


bottom of page