Volta Trucks começa a testar seu caminhão de 16 toneladas

Atualizado: 24 de jan.

Empresa sueca fundada a menos de cinco anos produz caminhões elétricos usando materiais orgânicos. A gigante DB Schenker comprou quase 1.500 veículos.


Carrie Hampel para Electreeve


Volta testará seus veículos no Ártico.

A Volta Trucks, startup com escritórios na Suécia e no Reino Unido, fundada em 2017 pelos suecos Carl-Magnus Norden e Kjell Waloen, tem trabalhado no protótipo de caminhão totalmente elétrico de 16 toneladas, o Volta Zero usando materiais orgânicos de alta tecnologia desenvolvidos em conjunto com a Agência Espacial Europeia, a ESA. O Volta Zero vai ostentar uma bateria de alta tensão da norte-americana Proterra, e o eAxle compacto – o eixo traseiro integrado, motor elétrico e unidade de transmissão, da Meritor.

O Volta Zero foi lançado em setembro de 2020. A montadora prevê seu caminhão elétrico fazendo logística interior. Medindo 9,46 x 2,55 x 3,4 metros e com carga útil de 8,6 toneladas.


Carl-Magnus Norden- fundador da Volta Trucks

A companhia promete um alcance de 150 a 200 km (93-124 milhas) a uma velocidade máxima de até 90 km/h – o suficiente para dirigir na cidade. A empresa diz que seus objetivos de design e sustentabilidade focados em segurança foram recebidos positivamente por clientes e legisladores municipais.

A diretora executiva da Volta Trucks, Essa Al-Saleh, disse: "O protótipo fornecerá aos nossos designers e engenheiros feedback e dados reais sobre o desempenho do veículo. O aprendizado do protótipo também alimentará os veículos da frota-piloto que apoiarão a compreensão do nosso cliente sobre a eletrificação de seus veículos. Projetamos e desenvolvemos um protótipo de chassi em execução e daqui a 18 meses, construiremos veículos de produção em série para nossos clientes."

A Volta Trucks explica que a carroceria não convencional do protótipo é simplesmente projetada para proteger o motorista quando o veículo está se movendo em velocidade. Embora o caminhão apresente um design com baú acoplado, o protótipo usa um flatbed para que os engenheiros possam adicionar diferentes níveis e locais de cargas para testar sua capacidade de carga de peso.

A empresa sueco-britânica diz que o protótipo Volta Zero continuará sendo testado em serviços de engenharia automotiva. Os próximos programas de desenvolvimento com este e posteriores protótipos de especificação também incluirão períodos de testes de tempo frio ao norte do Círculo Ártico e em clima quente no sul da Europa.

Para promover o caminhão de emissão zero e sua tecnologia, a empresa realizou um roadshow no Reino Unido. Isso começou com o EV Summit na Saïd Business School na Universidade de Oxford nos dias 1 e 2 de setembro, onde o fundador e presidente executivo da Volta Trucks, Carl-Magnus Norden, participou do debate do painel de design de veículos elétricos.

Depois de uma série de paradas, o roadshow terminou com uma exibição da Volta Trucks no Freight in the City no Alexandra Palace, em Londres. O veículo demonstrado mostrado no lançamento foi apresentado aos clientes na conferência Hub de Inovação e Tecnologia em Transporte (ITT) em Farnborough, Reino Unido.


DB Schenker pré-encomenda 1.470 Volta

A DB Schenker encomendou quase 1.500 caminhões elétricos da Volta Trucks. Como parte da parceria, a DB Schenker usará o primeiro protótipo da Volta Zero em condições reais de distribuição na primavera e no de 2022. Os resultados dos testes da DB Schenker, serão incorporados à produção em série de 1.470 veículos a serem construídos em Steyr, Áustria.

Segundo o operador logístico o Volta está longe de ser o primeiro caminhão elétrico de sua frota: como parte do projeto de financiamento 'iHub' do programa de tecnologia TIC for Electromobility, a empresa vem testando caminhões elétricos em Berlim desde 2018.

Em 2020, a DB Schenker introduziu o primeiro Volvo FL Electric em sua frota em Oslo, e em outubro de 2020 foi anunciada a encomenda para 36 Fuso eCanter. O pedido de até 1.470 Volta Zeros não é apenas o maior pedido de caminhão elétrico até o momento para DB Schenker, mas também para o fabricante Volta Trucks. "Trabalhar com a DB Schenker na maior encomenda completa de caminhões elétricos da Europa demonstra a confiança de que as principais empresas de transporte de cargas têm em nossa capacidade de fornecer um veículo de emissão zero de classe mundial com a maior qualidade possível", diz o CEO da Volta Essa Al-Saleh.

Schenker testa e faz pé-encomenda de 1.470 produzidos pela Volta

O acordo está sendo chamado de pré-venda e as empresas ainda não notificaram sob quais condições e quando a pró-ordem se tornará uma ordem vinculante. DB Schenker receberá inicialmente veículos da variante de 16 toneladas, mas a empresa de logística também está interessada na varO fabricante diz que a parceria também desenvolverá conjuntamente especificações para a variante Volta Zero de 12 toneladas anunciada anteriormente e realizará testes no local para acelerar a implantação do veículo e o treinamento de condutores. A startup anunciou pela primeira vez versões de 7,5 toneladas, 12 toneladas e 19 toneladas em maio de 2021. A DB Schenker disse que inicialmente implantará os veículos em dez locais em cinco países europeus sem dizer exatamente quais.

Na Alemanha o caminhão os será usado para transportar mercadorias de centros de distribuição para cidades do interior e conurbações. Ele foi desenvolvido justamente para esses perfis operacionais – não só com zero emissões, mas também para aumentar a segurança de todos os usuários de estradas em áreas urbanas com o desenho da cabine do motorista.

"Temos muitos desafios a superar no caminho da neutralidade de carbono", diz Cyrille Bonjean, vice-presidente executivo de transporte terrestre da DB Schenker na Europa. "A parceria em larga escala com a Volta Trucks nos permite acelerar significativamente a eletrificação da nossa frota. Investir em soluções de transporte mais verdes nos aproxima novamente do nosso objetivo de logística clima-neutra." DB Schenker aderiu em 2018 à iniciativa EV100 do Grupo Clima - organização sem fins lucrativos que tem undadores incluem Deutsche Post DHL, Vattenfall, Baidu, Ikea, Metro, NP, LeasePlan, PG&E, Unilever e Heathrow Airem – e assim, comprometeu-se a converter completamente sua frota até 2030.