top of page

Rodovias federais em 5 estados vão receber R$ 2,7 bi em investimentos do governo

Em Mato Grosso, o Ministério dos Transportes anunciou que serão injetados R$ 370 milhões de imediato para recuperação de rodovias como a BR-158 e a BR-242


Texto-base original: Viviane Petroli, para Canal Rural MT


Investimentos em rodovias. Foco é logística

O Ministério dos Transportes anunciou nesta terça-feira (7) recursos na ordem de R$ 2,7 bilhões em rodovias federais do arco Norte e Sudeste para melhorar as condições do escoamento da safra. Somente para Mato Grosso R$ 370 milhões já foram liberados para ações nas BRs-158 e 242.


O montante a ser investido foi divulgado durante reunião com os ministros Carlos Fávaro (Agricultura) e Márcio França (Portos e Aeroportos), o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Capelli, e diretores de órgãos como PRF, DNIT e ANTT.


Segundo o Ministério dos Transportes, as ações com foco em logística devem contemplar as principais rotas do agronegócio, como BR-163, BR-155/158, BR-135/MA, BR-116/RS, BR-470/SC e BR-364/MT.


“Nós temos uma safra recorde chegando nas rodovias e nos portos brasileiros. E quando eu falo de safra recorde não se trata apenas das 310 milhões de toneladas de grãos. Nós temos que pensar que a safra brasileira é maior que isso”, afirma o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro.


Fávaro lembra que, além dos grãos, passam pelas rodovias e portos produções de cana-de-açúcar, etanol, algodão, entre outras.


“Trazer esses R$ 2,7 bilhões para rapidamente enfrentarmos à péssima qualidade das nossas rodovias é trazer de volta competitividade aos nossos produtores, ao campo e trazer a baixa dos preços dos alimentos nas gôndolas dos supermercados. Só para se ter uma noção, hoje nós temos um frete 30% mais caro do que até o final do ano passado em função da péssima qualidade das rodovias”, frisa o ministro da Agricultura.


Durante a reunião no Ministério dos Transportes, o ministro Renan Filho detalhou as ações prioritárias que serão realizadas ainda nos primeiros 100 dias do ano. Do total, serão R$ 1,5 bilhão na recuperação de vias para escoamento pelo Arco Norte e mais R$ 1,2 milhões no Corredor Sul. Trata-se de retomada das obras que estavam paralisadas e licitações para novos trechos.


Mato Grosso receberá R$ 370 mi de imediato - Conforme o ministro da Agricultura, em Mato Grosso serão empregados R$ 370 milhões de imediato na recuperação de rodovias, BR-174, BR-364 e BR-158, além da BR-163 e BR-242 que também integrarão o plano de escoamento da Safra 2022/2023.


Ainda de acordo com Fávaro, estão previstas também a retomada e o início das de 51 quilômetros no Contorno Norte de Cuiabá/Várzea Grande (BR-163/364) e a recuperação de 385 quilômetros na BR-364, que ainda terá mais 180 quilômetros de novas contratações.


Além disso, tratada como um as principais ações para o escoamento pelo Arco Norte, a BR-158, na região Araguaia, tem investimentos previstos de R$ 135,6 milhões na Implementação e Pavimentação do Lote A.


“No trecho não pavimentado entre Sorriso e Querência terão recursos. Eu pedi ao ministro Renan Filho prioridade para essa rodovia não pavimentada. Na BR-158 [também] no trecho não pavimentado”, salienta Fávaro.


bottom of page