top of page

Rodovias federais deverão ter pontos de descanso para motoristas

Atualizado: 22 de abr.

A implementação da nova Política Nacional de Pontos de Parada e Descanso (PPD) em estradas federais é uma iniciativa que busca melhorar significativamente as condições de trabalho dos motoristas de longa distância.



A partir de 2025, espera-se por infraestrutura adequada para que os motoristas possam repousar e se recuperar das longas horas ao volante. A medida  tem o potencial de reduzir o número de acidentes nas estradas, contribuindo para uma maior segurança viária.


O Ministério dos Transportes destaca que a segurança nas rodovias é uma prioridade, e a instalação dos PPDs  um passo importante nessa direção. Até 2023, já havia um número significativo de paradas em funcionamento, indicando um progresso na infraestrutura de apoio aos motoristas. 


A distribuição dessas paradas, no entanto, mostrava uma discrepância entre as administradas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e aquelas sob gestão privada, o que a nova política busca equilibrar.


Com a regulamentação da Lei do Motorista através da portaria recentemente publicada, há uma estrutura legal clara para a implementação das mudanças. A partir de maio, os contratos de concessão de rodovias sob a gestão da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) incluirão a obrigação de operar pelo menos um PPD. Isso garante que os novos projetos de concessão já nasçam com a previsão desses espaços, que deverão estar em funcionamento até o terceiro ano da concessionária.


Para as estradas geridas pelo DNIT, um estudo está sendo realizado para identificar os locais mais críticos que necessitam desses serviços, com foco especial nos corredores logísticos de alto tráfego de veículos comerciais. Esses pontos de parada e descanso são fundamentais para garantir que os motoristas possam cumprir a legislação de tempo de direção e descanso, essencial para a manutenção da saúde e segurança.


As instalações devem atender a padrões mínimos de segurança sanitária e conforto, incluindo iluminação adequada, estacionamento, áreas para refeições, acesso à água potável e banheiros com condições de higiene apropriadas. Esses requisitos são essenciais para assegurar que os motoristas tenham acesso a condições dignas durante suas jornadas, refletindo um respeito maior pela profissão e pela importância do transporte rodoviário na economia e na sociedade.

 


 

Assunto Relacionado:

Santa Catarina estreia PPD na BR-101, oferecendo aos caminhoneiros infraestrutura moderna e segura, com investimento de R$ 17,5 milhões .

 

Ligações externas:


Comments


bottom of page