top of page

Porto de Santos pode ganhar nova ligação com o planalto

A Linha  Verde é um projeto de uma nova rodovia entre São Paulo e Santos, que pretende melhorar a logística e o turismo na região. O projeto está em fase de estudos de viabilidade, que devem considerar os aspectos técnicos, econômicos e ambientais. A rodovia teria tecnologias sustentáveis e integradas, e faria parte de um plano maior de matriz logística no estado.


Porto de Santos

Leitura rápida:

  • Projeto da Linha Verde visa melhorar ligação entre São Paulo e Santos

  • Governo recebeu duas propostas de empresas privadas para realizar estudos de viabilidade

  • Desafio é reduzir impacto ambiental na Serra do Mar, área de preservação permanente

  • Nova rodovia teria tecnologias de construção sustentável e veículos com energia limpa

  • Linha Verde integra plano estadual de criar nova matriz logística no estado. 

O governo de São Paulo está estudando a possibilidade de construir uma nova rodovia entre a capital e o Porto de Santos, o maior da América Latina. O projeto, chamado de Linha Verde, visa melhorar o escoamento da produção nacional e o turismo na Baixada Santista, além de reduzir o tempo e o custo de transporte. A nova rodovia seria uma alternativa ao sistema Anchieta-Imigrantes, que já opera no limite de sua capacidade.

A proposta da Linha Verde foi lançada em março de 2021, por meio de uma Manifestação de Interesse Público (MIP), que recebeu duas propostas de empresas privadas. As empresas credenciadas terão 120 dias para apresentar os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental do projeto, que serão analisados pela Secretaria Estadual de Parcerias em Investimentos. Ainda não há um traçado definido nem um cronograma concreto para a implantação da nova rodovia.

O desafio do projeto é minimizar o impacto ambiental na Serra do Mar, uma área de preservação permanente e a maior porção contínua de Mata Atlântica do Brasil.

Segundo os defensores da Linha Verde, as novas tecnologias de

construção permitiriam criar o menor número possível de acessos pela área

vegetada e compensar as emissões de gás carbônico decorrentes da operação. Além disso, a nova rodovia teria veículos com energia limpa, iluminação com energia

solar, sistema de monitoramento inteligente e integração com o Centro de

Controle.

A Linha Verde faz parte de um plano maior da Secretaria Estadual de Logística e Transporte para criar uma nova matriz logística no estado, que inclui investimentos em rodovias, hidrovias e aeroportos. O objetivo é aumentar a competitividade e a sustentabilidade do transporte de cargas e passageiros no estado, que é responsável por cerca de 30% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.





 

Ligações Externas:


Comments


bottom of page