top of page

Plataforma digital conecta produtores, compradores e transportadores de grãos.

Com tecnologia inovadora, Agro.Club fatura R$ 150 milhões em grãos no Brasil e planeja expandir sua participação no mercado brasileiro, um dos maiores do mundo.


Imagem: Agro.Club

Leitura rápida:

  • Agro.Club é empresa americana de Agri-Tech que comercializa grãos online

  • Declara como objetivo atender à demanda por digitalização do comércio de grãos no país

  • Presente na Europa desde 2018, entrou no mercado brasileiro em agosto de 2022

  • Iniciou expansão no Brasil em 2022 e faturou R$ 150 milhões em um ano

  • Estratégia internacional: expandir rapidamente no Brasil e cooperar com os players locais


A Agro.Club, uma empresa global de Agri-Tech que oferece soluções para a comercialização de grãos, iniciou seu plano de expansão no Brasil em 2022. A empresa, que usa a tecnologia para identificar e executar negócios, faturou R$ 150 milhões em menos de um ano de operação no país, sendo 35% desse valor faturado apenas no mês de maio de 2023.


A companhia atua por meio de plataforma digital que facilita e desburocratiza a transação de grãos entre produtores, compradores e transportadores, buscando oferecer mais transparência, eficiência e segurança para todos os envolvidos. A Agro.Club tem presença na Europa desde 2018 e entrou no mercado brasileiro em agosto de 2022, com o objetivo de atender à demanda crescente por digitalização do comércio de grãos no país, que é um dos maiores produtores e exportadores mundiais de soja, milho e cana-de-açúcar.


A empresa conta com o apoio de Clesio Silva, ex-CEO da Sodrugestvo Brasil, como CEO da unidade brasileira. Silva tem mais de 20 anos de experiência no setor agrícola e já liderou operações multibilionárias em empresas multinacionais como Sodrugestvo, Adama, Bayer, entre outras. Segundo ele, a Agro.Club vem para agregar mais valor e conveniência aos players locais, com um modelo único de marketplace que já demonstrou escala e sucesso em outros países. "Nós usamos a tecnologia para simplificar e reduzir os riscos da complexidade das transações de grãos para toda a cadeia de valor. Os algoritmos não só ajudam os produtores e as empresas de grãos a negociar mais efetivamente, mas também facilitam o controle de qualidade, o KYC, a logística e o financiamento das transações", diz .


O CEO global e fundador da Agro.Club, Egor Kirin, comenta que a entrada da empresa na América Latina faz parte da estratégia internacional da companhia, que planeja expandir rapidamente sua participação no mercado brasileiro, cooperando com os players existentes na região e atendendo às suas necessidades. "Nós somos uma empresa que não se intimida com a 'bagunça' e a complexidade das transações de grãos. Nós entendemos que o Brasil tem um papel estratégico na expansão da empresa no mundo, que os negócios estão aquecidos e as projeções indicam crescimento acelerado para os próximos meses", afirma Kirin.






 


Ligações externas:


コメント


bottom of page