top of page

França: caminhões elétricos produzem muito menos emissões do que diesel, diz relatório da UE

Atualizado: 18 de mai. de 2023

O setor de transportes é responsável por cerca de 30% das emissões de gases de efeito estufa na União Europeia, o maior contribuinte do bloco. Veículos pesados, como caminhões e ônibus, respondem por cerca de um quarto dessas emissões de transporte.


Texto base original: Olivier Chassignole, para Agência France Press, via France 24 h


Energia renovável: possível redução de 84% das emissões

Um trator-reboque totalmente elétrico de 40 toneladas produz emissões 63% menores em comparação com caminhões a diesel com mais de 1,3 milhão de quilômetros (808.000 milhas) percorridos, de acordo com uma nova pesquisa divulgada pelo think tank do Conselho Internacional de Transporte Limpo (ICCT).


Este cálculo tem em conta as emissões associadas à extração de matérias-primas, à construção e manutenção do veículo utilizando o mix médio da rede elétrica da UE.

"O problema não é a fábrica, mas a estrada. A alta intensidade de gases de efeito estufa de dirigir um caminhão durante toda a sua vida compensa as emissões (de gases de efeito estufa) geradas durante a fabricação ou a produção do combustível, ou a energia que ele consome" - disse Nikita Pavlenko, líder da equipe de combustíveis do ICCT.


A pesquisa descobriu que as emissões cairão ainda mais à medida que a rede elétrica da UE se descarbonizar ainda mais, permitindo uma redução de 84% das emissões ao usar apenas fontes renováveis de energia. Também descobriu que caminhões e ônibus que usam gás natural fornecem reduções marginais de emissões, apenas quatro a 18% menores do que suas contrapartes a diesel.


O metano, que vaza de veículos usando gás natural e durante toda a produção e fornecimento do gás, é um impulsionador significativo dessas emissões. Enquanto mais ônibus elétricos e veículos leves estão na estrada em toda a UE, o diesel ainda alimenta 99% dos caminhões vendidos na Europa em 2021.


コメント


bottom of page