top of page

Drones Logísticos: Projeção de Crescimento e Impacto no Desenvolvimento Regional

Evento em Salvador discute drones logísticos, prevendo mercado de 30 bilhões de dólares até 2025 e crescimento anual de 21,01%.



A política de drones logísticos, que tem ganhado destaque no cenário nacional, foi um dos temas centrais do evento Connected Smart Cities Regional Nordeste, realizado em Salvador no dia 18 de abril. Este encontro reuniu especialistas, empresários e representantes do governo para discutir o futuro da logística aérea e seu impacto no desenvolvimento regional. Com a crescente demanda por entregas rápidas e eficientes, os drones oferecem uma solução inovadora para o transporte de pequenas cargas, especialmente em áreas de difícil acesso.


Durante o evento, foram apresentados dados que demonstram o potencial de crescimento do setor. Estima-se que, até 2025, o mercado global de drones logísticos atinja um valor de 30 bilhões de dólares, com uma taxa de crescimento anual composta de 21,01%. No Brasil, a expectativa é que a regulamentação avance e que mais empresas adotem essa tecnologia, impulsionando o setor para uma participação significativa na economia.


A discussão também abordou os desafios regulatórios e operacionais, como a necessidade de espaços aéreos seguros e a integração dos sistemas de controle de tráfego. Além disso, a importância da segurança cibernética foi enfatizada, considerando que os drones são suscetíveis a ataques virtuais que podem comprometer as operações.


Outro ponto relevante foi a sustentabilidade. Os drones, ao reduzirem a necessidade de veículos terrestres, contribuem para a diminuição da emissão de gases poluentes, alinhando-se às políticas de desenvolvimento sustentável. A adoção de drones elétricos, que utilizam energia renovável, foi apontada como uma tendência que fortalece esse aspecto.


 O evento em Salvador destacou a importância de uma política dedicada aos drones logísticos, não apenas como uma ferramenta de inovação, mas também como um meio para fomentar o crescimento econômico, a geração de empregos e a melhoria da qualidade de vida das populações atendidas. As iniciativas discutidas no Connected Smart Cities Regional Nordeste sinalizam um futuro promissor para o setor de aeronaves não tripuladas no Brasil.



Ligaçõe externas:

 

Comments


bottom of page