top of page

Como os helicópteros são transportados quando não podem voar?

Mesmo os helicópteros mais robustos precisam, vez por outra, ser transportados, o que envolve vários tipos de desafio.


Transporte de helicóptero por via aérea

Leitura rápida:

  • Helicópteros podem ser transportados por mar, ar ou terra, dependendo da situação

  • Transporte marítimo é mais lento, mas pode ser mais econômico e seguro

  • Transporte aéreo é mais rápido, mas pode ser mais caro e arriscado

  • Transporte rodoviário é mais flexível, mas pode ser mais demorado e problemático


O transporte de helicópteros é uma atividade que envolve diversos desafios logísticos, técnicos e operacionais, pois essas aeronaves possuem características específicas que exigem cuidados especiais durante o seu deslocamento. Dependendo da situação, os helicópteros podem ser transportados por via marítima, aérea ou rodoviária, cada uma com suas vantagens e desvantagens. O transporte aéreo é uma opção que pode ser utilizada quando o tempo é um fator importante e a distância é grande. Nesse caso, os helicópteros são embarcados em aviões cargueiros, que possuem capacidade para transportar cargas volumosas e pesadas.



O transporte marítimo é uma opção que pode ser utilizada quando o tempo não é um fator crítico e a rota é favorável. Nesse caso, os helicópteros são embarcados em navios porta-contêineres e graneleiros, que possuem estruturas adequadas para acomodar e fixar as aeronaves com segurança. As aeronaves devem ser preparadas para o transporte marítimo, removendo as pás do rotor principal e da cauda, desconectando as baterias e cobrindo as partes sensíveis com lonas impermeáveis. Essa opção tem a vantagem de ser mais econômico e de permitir o transporte de várias unidades ao mesmo tempo, mas também tem a desvantagem de ser mais lento e de estar sujeito às condições climáticas.


O transporte aéreo é uma alternativa que pode ser utilizada quando o tempo é um fator importante e a distância é grande. Nesse caso, os aparelhos são embarcados em aviões cargueiros, que possuem capacidade para transportar cargas volumosas e pesadas. Devem ser preparados seguindo os mesmos procedimentos do transporte marítimo, mas com cuidados adicionais para evitar danos causados pela pressão atmosférica e pela temperatura. O modal é bem mais rápido e pode reduzir os riscos de avarias, mas também é mais caro e fica sempre na dependência da disponibilidade de aviões adequados. Alguns modelos de cargueiros mais utilizados são o Boeing 747F, o Antonov An-124 e o Airbus A400M.


Já o modal rodoviário é uma escolha que pode ser utilizada quando o destino é próximo ou quando os outros meios de transporte não são viáveis. Nesse caso, os helicópteros são embarcados em caminhões ou reboques especiais, que possuem plataformas adaptadas para suportar o peso e o formato das aeronaves. A preparação dessa carga tão especial, segue os mesmos procedimentos do transporte marítimo e aéreo, mas com atenção especial para as dimensões e o peso dos veículos. O transporte rodoviário é mais flexível e o acesso a locais remotos, por outro lado pode ser mais demorado e estar sujeito às condições das estradas e do trânsito, o que são agravantes consideráveis.


Independentemente do modo escolhido, a equipe precisa ser bem especializada e incluir técnicos capazes de fazer os serviços de montagem e desmontagem de componentes específicos, como é o caso das pás dos rotores principal e de cauda.



留言


bottom of page