top of page

Carros voadores, cada vez mais próximos de nós.

Atualizado: 12 de jul. de 2023

Diversos países, entre eles o Brasil, apostam forte na viabilização de aeronaves do tipo EVTOL, os veículos de Decolagem e Aterrissagem Elétrica Vertical, e semelhantes

Carro voador: os Jetsons estão chegando

Leitura rápida:

  • O "Model A", primeiro carro voador 100% elétrico do mundo a receber certificação oficial para testes nos EUA

  • Carro voador eslovaco Air se transforma em avião em 2 minutos e em 35 velocidade de cruzeiro de 170 km/h.

  • China apresenta protótipo de carro voador que lembra superesportivo

  • Com Embraer, Brasil entra na corrida pelo mercado de veículos elétricos de decolagem vertical

Vamos supor que você está em Balneário Camboriú olhando pela janela de um andar da Infinity Coast Tower, o edifício mais alto do País, olhando a deslumbrante vista da cidade por uma das janelas de vídeo. Eis que ao longe aparece um pontinho que vai crescendo, crescendo. Quando está um pouco mais próximo você percebe quer se trata de uma espécie de bolha voadora que chega cada vez mais rápido. A uma certa distância, o susto: você conhece o piloto. É nada mais, nada menos que George J. Jetson figurinha carimbada dos desenhos animados dos programas de tv e patriarca de uma das famílias mais queridas da tv.

Exceto pelo George, você poderia facilmente não estar delirando, porque o sonho de ter um carro que também possa voar está cada vez mais próximo de se tornar realidade. Esses popularmente são chamados de carros ou taxi voadores e já são muitos os avanços, especialmente em vários países. Agora, é sempre bom lembrar que na verdade, além de passageiros, vários deles também levam cargas. Vamos saber um pouco sobre alguns desses “espécimes” já não tão raros.


Estados Unidos – Primeiro eVTOL 100% elétrico do mundo, o Model A, recebeu certificação da Administração Federal de Aviação americana (FAA) para testes. O veículo, desenvolvido pela empresa norte-americana Alef Aeronautics, já está em fase de pré-encomenda desde outubro do ano passado, pelo valor de US$ 300 mil (cerca de R$ 1,4 milhão).

Ele tem oito motores elétricos e pode decolar e pousar verticalmente, como um helicóptero. No solo, seu alcance máximo é de 322 km, enquanto no ar é de 177 km. Pode levar até dois passageiros e possui diversos componentes de segurança, como um sistema de estabilização e segurança de voo, detecção e prevenção de obstáculos, paraquedas balístico, entre outros. Por questões de economia de espaço e aerodinâmica, o carro não tem hélices aparentes, mas sim painéis que cobrem as oito hélices existentes.

O produto da Alef pode voar em qualquer direção (para frente, para trás, à direita e à esquerda, para cima e para baixo) e tem a capacidade de contornar áreas problemáticas no solo, voando sobre elas. Segundo a fabricante, o carro tem a vantagem de oferecer mais mobilidade, conveniência e liberdade aos seus usuários.

A entrega aos clientes está prevista para o final de 2025. No entanto, o seu uso ainda depende de outras autorizações. Para rodar nas estradas americanas, o carro precisa da aprovação da Administração Nacional de Segurança Rodoviária, segundo a CNN. Além disso, as áreas em que o carro poderá voar também deverão ser limitadas pela FAA.

O Model A - Canal THE AFRICAN CAR GUY

O protótipo está sendo testado desde 2019 e o fabricante não pretende parar por aí. Segundo a empresa, outro modelo, o "Model Z", com capacidade para quatro pessoas, já está sendo desenvolvido, mas só deve ser lançado em 2035.

Eslováquia - O modelo criado na Eslováquia recebeu o Certificado de Aeronavegabilidade da autoridade de transporte do País após completar 70 horas de voos e mais de 200 decolagens e aterrissagens. Ele pode viajar até mil km no ar, segundo seu criador. É equipado com um motor BMW e precisa de apenas 2 minutos e 15 segundos para se transformar em uma aeronave, tem espaço para dois passageiros e é impulsionado por uma hélice traseira. Ao contrário de outros como o Model A, ele não consegue decolar e pousar verticalmente, e requer uma pista de decolagem e aterrissagem, o que também não o qualifica como VANT (veículo autônomo não tripulado).Funciona com gasolina comum, e por isso não pode ser qualificado como eVTOL .

Segundo a Klein Vision, empresa responsável pelo projeto, os testes realizados seguem os padrões da EASA (Agência Europeia de Segurança da Aviação). “Os desafiadores testes incluíram série de manobras de voo e desempenho e demonstraram uma surpreendente estabilidade estática e dinâmica no modo de aeronave”, disse a empresa em um comunicado.

O carro é capaz de transportar duas pessoas, com um limite de peso combinado de 200 kg. Recentemente, realizou um voo de 35 minutos entre os aeroportos internacionais de Nitra e Bratislava, na Eslováquia. No ar atingiu a velocidade de cruzeiro de 170 km/h. A empresa por trás do AirCar afirma que o protótipo levou cerca de dois anos para ser desenvolvido e custou "menos de 2 milhões de euros" (R$ 11 milhões) em investimento.

O próximo passo da Klein Vision é levar o AirCar para os Estados Unidos, onde pretende realizar testes em ruas e estradas. A empresa também planeja desenvolver uma versão mais potente com um motor híbrido capaz de gerar 300 cavalos de potência.


O veículo eslovaco. Canal Euronews em Português

Grã-Bretanha: A empresa britânica recentemente fez uma demonstração de um protótipo do seu eVTOL, ´O mercado é promissor: em 2019, a consultora Morgan Stanley previu que o setor poderia valer US$ 1,5 trilhão em 2040.

China - Outra iniciativa que chama atenção é a da fabricante chinesa XPeng AeroHT, que apresentou um modelo que se parece com um carro superesportivo "de verdade", mas tem asas e hélices para subir aos ares. O veículo, chamado X2, fez o seu primeiro voo público em outubro deste ano em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O X2 é capaz de alcançar 130 km/h e tem 35 minutos de autonomia, segundo a fabricante.


O V2 chinês voa em Dubai = XPENG AEROHT


No Brasil, companhias aéreas Gol e Azul e a fabricante de aeronaves Embraer já anunciaram planos envolvendo os chamados eVTOLs. A Gol encomendou 250 unidades do VX4, um modelo desenvolvido pela empresa sueca Heart Aerospace, que tem capacidade para transportar 19 passageiros e pode voar até 400 km com uma carga de bateria.

O Eve ganha espaço . Canal da Embraer


A Azul fez uma parceria com a empresa alemã Lilium, que criou um eVTOL com sete lugares e autonomia de 250 km. Já a Embraer criou uma marca própria para o segmento, chamada Eve, que já recebeu pedidos de empresas como a Halo e a Bristow


Estes são apenas alguns exemplos desses veículos do tempo - o futuro do presente - nossos queridos Jetsons. Mas se você quiser conhecer alguns outros, acesse os dois vídeos abaixo.

 

10 NOVOS CARROS VOADORES REAIS QUE JÁ FORAM TESTADOS - Partes 1 e 2 - Canal "Que Criativo"





 

Ligações Externas:

Comments


bottom of page