top of page

A BP Pulse, anuncia o primeiro corredor de carregamento para caminhões elétricos, médios e pesados ​

Seis eletropostos equipados com pontos de carregamento ultra rápidos de 300kw cobrem um trecho de 600 km do corredor Reno-Alpino na Alemanha.


Texto-base original: EBP


Estações podem atender mais de 20 caminhões, por carregador, a cada dia. Foto: BP)

A BP Pulse, negócio de carregamento de veículos elétricos (VEs) da petroleira britânica, anunciou esta semana o primeiro corredor de carregamento público para caminhões elétricos, médios e pesados ​​(e-trucks) na Europa.


O corredor é uma das rotas rodoviárias de carga mais movimentadas da Europa, conectando os principais portos do Mar do Norte na Bélgica e na Holanda com o porto mediterrâneo de Gênova, na Itália, em uma rede de estradas que se estende por 1.300 km. Nos próximos seis meses, mais dois locais adicionais estão programados para completar o corredor que, quando concluído, permitirá que um e-truck possa cobrir mais de 600 km em toda a Alemanha.


As estações podem atender mais de 20 caminhões, por carregador, a cada dia. A autonomia dos veículos chega a 200 km em cerca de 45 minutos usando os pontos de carregamento ultra rápidos.


“Este é um momento significativo para os e-trucks na Europa e um passo importante em nossa jornada para ajudar a descarbonizar o transporte de caminhões”, comenta Nigel Head, diretor de caminhões elétricos da BP Pulse na Europa.


A iniciativa também pretende captar as percepções dos usuários para definir os projetos de longo prazo.


Estratégia de descarbonização - A frota de caminhões em geral da Alemanha chega a 3,5 milhões. Até 2030, estima-se que aproximadamente 270 mil veículos elétricos, médios e pesados ​​estarão em operação na Europa e exigirão até 140 mil pontos de carregamento elétrico.


“Para reduzir significativamente as emissões de CO2 no transporte rodoviário de cargas, os caminhões elétricos desempenharão um papel central no transporte regional e de longa distância”, defende Johannes Pallasch, do Centro Nacional de Infraestrutura de Carregamento da Alemanha, parte do Ministério de Transporte.


“Como com automóveis de passageiros, a mudança para a eletromobilidade só pode ser bem-sucedida com uma infraestrutura de carregamento confiável e baseada nas necessidades”. A ambição da BP é ter mais de 100 mil carregadores instalados em todo o mundo até 2030, com foco no carregamento ultrarrápido.


Além de desenvolver novos locais de carregamento elétrico dedicados, a companhia também pretende criar uma rede de centros de mobilidade ao longo dos principais corredores logísticos da Europa, com diferentes opções de energia, incluindo combustíveis tradicionais.


Ônibus e caminhões elétricos ganham mercado - De acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês), as vendas de veículos elétricos em 2021 dobraram em relação a 2020 e alcançaram 6,6 milhões de unidades.


Em 2020, houve aumento de 41% na demanda global de veículos elétricos e as vendas de ônibus elétricos cresceram 40%, mesmo com o mercado global de ônibus permanecendo estável.


Já as vendas totais de caminhões elétricos dobraram em comparação ao ano anterior. Segundo os dados do Global EV Outlook 2022, o crescimento foi puxado pela Europa, China e Estados Unidos.


Comments


bottom of page